Um adeus à gracinha!

Era um domingo a tarde quando eu saí do quarto e fiquei sabendo que a Hebe morrera. Confesso que fiquei muito mais chocada por ter sido ela a protagonista de tão triste notícia. Talvez mais espantada do que se fosse uma mocinha de Hollywood, isso porque para mim e para muitas pessoas no Brasil, essa era uma mulher de tamanha vitalidade que a morte apenas não fazia sentido se associada a ela. Revi mentalmente todas as cenas em que vi a apresentadora e cantora na busca de entender porquê meu choque fora tão grande, logo eu que nunca me considerei uma grande fã.

O que me veio então a memória foram sorrisos, selinhos, “gracinhas” e jóias deslumbrantes portadas sempre por uma mulher cheia de atitude e estilo, então compreendi. A Hebe representava um pouco daquilo que tentamos mostrar diariamente com posts e mais posts, a alegria de estar viva, a felicidade de se vestir e se enfeitar com joias (sejam elas de qualquer preço) e estar sempre disposta a dar um selinho, não perder a paixão, a jovialidade e o carinho do beijo.

Às gracinhas que com certeza têm um dia melhor depois de ouvir um elogio sincero e cheio de ternura. Mesmo não a conhecendo, não acompanhando de perto sua carreira, tenho um imenso respeito por tudo que ela representa e espero que esse exemplo, essa opção por viver bem, sorrir e se deixar encantar sirva de exemplo para todas as mulheres.

Desejo honestamente que descanse em paz.

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s